Tecnologias significativas no cuidado do paciente crônico na UTI

Do monitor ao sistema de gestão em saúde Tasy, a Philips transforma o dia a dia das instituições de saúde e contribui para o suporte à decisão clínica.

Na Philips entendemos os desafios que os sistemas e os provedores de saúde enfrentam atualmente, com grande volume de atendimentos e recursos limitados. Tanto administradores, como corpo clínico estão sob pressão constante para otimizarem seus processos fazendo mais e melhor, com menos.

Nos últimos anos, avanços nos cuidados dos pacientes com câncer possibilitaram maior probabilidade de controle ou cura da doença. Entretanto, o uso de tecnologias avançadas para detecção precoce e tratamentos quimioterápicos e cirúrgicos mais agressivos, implicam diretamente na maior utilização de leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). E a consequência disso é que pacientes oncológicos representam um dos maiores custos dentro do sistema da saúde brasileira.

A Philips tem a missão de ajudar seus clientes a enfrentar esta dura realidade da saúde no Brasil, suportando médicos e profissionais de saúde com soluções significativas para salvar e melhorar a qualidade de vida dos brasileiros que passam por um tratamento de câncer.

Para o ambiente de UTI, agilidade é uma das premissas do melhor atendimento e as tecnologias precisam acompanhar esta necessidade, mantendo o que o profissional necessita e descartando o que ele não precisa, isso tudo a um custo consciente. Um dos saltos em inovação é a linha de monitores Efficia CM Series que compreende amplamente os fluxos de trabalho e as necessidades clínicas que um setor de alta complexidade possui. Com mais de cinquenta anos de experiência em monitorização de pacientes a tecnologia é utilizada na monitorização de mais de 200 milhões de pacientes a cada ano.

Os monitores são projetados para serem portáteis, robustos e intuitivos, sendo possível acessar as principais funções com apenas três toques ou menos. Sua fácil utilização fornece informações relevantes de maneira rápida e eficiente à equipe clínica. Sua interface intuitiva ajuda a dar o primeiro passo e executar funções e medidas rapidamente. Até mesmo profissionais clínicos com um mínimo de treinamento estão aptos a utilizar os monitores.

Integração com o sistema Tasy

Outro aspecto fundamental para esta nova plataforma é sua fácil e homologada integração com o sistema de gestão hospitalar Philips Tasy (EMR)¹, através de uma exportação de dados HL7, a linha Efficia traz como proposta estar sempre conectada, pois ainda há muitas instituições em que a equipe clínica gasta muito tempo com o preenchimento e anotações manuais no prontuário dos pacientes. Além do risco de erros de digitação, o tempo gasto com etapas burocráticas é um tempo longe do paciente.

Com esta proposta a Philips entrega uma solução completa para o ambiente de UTI, para que os profissionais de saúde sintam-se confiantes no uso dos equipamentos, e possam passar mais tempo se dedicando ao que realmente importa: o paciente.

Texto: Acauã Lattouf – Marketing PCMS Brasil

Thais Ruda – Analista de Comunicação e Marketing da Philips

Artigo publicado originalmente na Revista Healthcare IT, Nº 15, 2017. [http://migre.me/whf9w]

_________________________________________

1.A integração das informações entre o monitor e o sistema Tasy ocorre via central.